joomla analytics

PORTAL DO SABER

CENTRO DE ESTUDOS E FORMAÇÃO

  
  

Formação

Workshops

Explicações

Sala de Estudo

Ocupação de Tempos Livres

There are so many things that the financial statements fail to highlight … among them are the genius, the creativity and the incredible adaptability to changing by the people who give their best for their organizations...

Universalidade

 Nesta crónica os simples e humildes misturam-se com os notáveis. Não raras vezes, são exactamente as mesmas pessoas, porque antes de atingirem o estrelato foram pessoas como todos nós e alguns deles, muito injustamente, não chegaram mesmo a ser suficientemente conhecidos como a obra que produziram.

Refiro-me a Frederico de Brito, um chauffeur de táxi que, nas horas vagas escrevia poemas, letras para fados. Refiro-me a Ferrer Trindade, alguém que antes de ser maestro tinha um longo percurso de interprete de clarinete. Estes dois homens conquistaram a imortalidade mas, ainda assim, os seus nomes nem sequer são conhecidos do grande público ou, pelo menos, não são tão conhecidos quanto as suas obras que foram interpretadas em português por Amália Rodrigues e Dulce Pontes.

 

O denominador comum é a "Canção do Mar". Tanto a letra como a música já foram interpretadas nos 4 cantos do mundo, com diferentes sotaques e arranjos, como também em espanhol, em francês, em inglês, em russo e em tártaro...

A música foi primeiro notabilizada com um poema, "Solidão", de David Mourão-Ferreira, entre acordes de guitarra portuguesa com a voz de Amália a sobressair. Mas David Mourão-Ferreira não foi esquecido. Teve todo o reconhecimento que mereceu e até no meio da crítica mordaz de Francisco Sousa Tavares no vespertino "A Capital", quando a ele se referiu como "poeta que admiro, Secretário de Estado que lamento!", acabou por ser enaltecido.

Já Frederico de Brito, apesar do seu poema ter precedido o de David Mourão-Ferreira, teve de esperar por Dulce Pontes para que as "lyrics" começassem a ser entoadas com sotaques estrangeiros. Hollywood, a pedido de Richard Gere, também lhe rendeu homenagem, assim como a Ferrer Trindade, se bem que no álbum Harem da britânica Sarah Brightman a imprensa apenas se tivesse referido à música como originária do Portugal's Fado.

Ouçam, mais uma vez, a Canção do Mar... e rendam homenagem a Frederico de Brito e a Ferrer Trindade, dois cidadãos quase anónimos, como a maioria de todos nós.

 

 
Canção do Mar by Pelageya & Elmira kalimulinapor DailyBestVideos